Home O Piloto Palmarés Multimedia Noticias Calendário E-Mail
Pedro Lamy vai ser piloto oficial da Porsche     (8 Julho 2006)  
Português convidado a disputar as 24 Horas de Spa
Pedro Lamy está de volta ao Campeonato FIA GT, no qual se sagrou Campeão do Mundo em 1998 (Oreca Dodge Viper). Actualmente a disputar o AMLS e o Le Mans Endurance Series, Pedro Lamy foi seduzido por um convite da Porsche oficial para um regresso pontual ao FIA GT, disputando as 24 Horas de Spa-Francorchamps, dias 29 e 30 deste mês.

“Fiquei muito contente com o convite que a Porsche alemã me fez, pois é sinal que o nosso trabalho é reconhecido e apreciado pelas principais equipas do mundo. Gostei muito de fazer o FIA GT, onde consegui o primeiro título mundial de velocidade para Portugal e não podia recusar esta oportunidade de voltar a uma competição onde fui muito feliz”, explicou o piloto visivelmente satisfeito com mais este desafio na já sua prestigiada carreira.

Pedro Lamy vai estar aos comandos do novo Porsche 997 GT2, da equipa Manthey Racing, tendo como companheiros os alemães Timo Bernhard e Marc Lieb, naquela que será a única participação deste carro este ano em competições: “O facto da equipa apenas entrar nesta prova este ano faz acrescer um pouco o nível de responsabilidade, pois a Porsche quer dar o seu máximo para tentar vencer a corrida e bater a concorrência. É para isso que vamos lá estar, para lutar principalmente com os Ferrari, e tentar subir ao lugar mais alto do pódio.”

Pedro Lamy já se sentou ao volante do novo carro em Vallerunga, Itália, e as primeiras impressões foram positivas: “Foi um teste para conhecermos o carro e sentirmos as suas capacidades. Gostei do que vi e a equipa mostrou-se muito profissional. Fiquei muito satisfeito com as performances do carro. É claro que não sei como será em corrida, pois no teste não tínhamos referências para comparar tempos, mas penso que podemos ser bastante competitivos. Ainda não sei se voltarei a testar antes da corrida, mas espero que consigamos, de forma a prepararmos ainda melhor a corrida.”

Esta será a segunda vez que Lamy vai correr com Porsche oficial, depois de em 1997 ter disputado um prova para a marca germânica, em Suzuka. A equipa Manthey Racing vai ter um segundo Porsche em Spa-Francorchamps, pilotado pelos alemães Lucas Luhr, Sascha Maassen e Marcel Thiemann.

Passagem por Nürburgring

Mas antes deste rendez-vouz com o campeonato FIA GT, Pedro Lamy vai estar em acção nos dias 15 e 16 na Alemanha, para os 1000 Quilómetros de Nürburgring, naquela que será a terceira etapa do Le Mans Endurance Series, aos comandos de um Aston Martin DBR9 da Larbre Competition. Ao contrário do que já aconteceu este ano, Pedro Lamy desta vez não vai conseguir conciliar esta corrida com a do ALMS, que se disputa na mesma altura, em Salt Lake City.

“No início da época, a Aston Martin oficial não sabia ainda se fazia o campeonato todo ou apenas algumas provas. Falei com eles e disse que tinha a possibilidade de assinar pela Larbre para fazer todo o calendário do Endurance Series. A equipa oficial foi bastante compreensiva e não colocou nenhum entrave, pelo que me comprometi e vou cumprir aquilo que acordei. Mesmo que isso me faça perder uma prova nos EUA, onde temos possibilidade de conquistar o campeonato”, referiu Lamy, que ocupa a terceira posição, a 14 pontos do líder.

Mas no Le Mans Endurance Series, Pedro Lamy tem também uma palavra a dizer no que diz respeito às contas do campeonato, pois segue actualmente a apenas três pontos do primeiro posto e nesta prova pode assumir a liderança da tabela classificativa.

“Vamos estar em Nürburgring com esse objectivo. Tentar vencer a corrida e somar pontos que nos deixem na liderança do campeonato. Mas sabemos que não será fácil, pois para além dos Corvette, também o Saleen do Stéphane Ortelli está muito forte e acredito que não teremos facilidades”, acrescentou Lamy, que vai dividir o volante com Gabriele Gardel e Vicent Vosse.

 
Versão zip  
o piloto
palmarés
multimédia