Home O Piloto Palmarés Multimedia Noticias Calendário E-Mail
Pedro Lamy sem férias em Agosto     (10 Agosto 2006)  
Piloto português corre nos EUA e na Europa
Nesta altura do ano o comum português só tem um pensamento: férias. De preferência com uma praia por perto. Mas há outros que devido à sua profissão não podem gozar o mês de Agosto da mesma forma, como é o caso de Pedro Lamy. É verdade que a sua profissão lhe permite viver sensações que poucos têm possibilidade de experimentar, mas também é verdade que o obriga a outras exigências, por isso, “férias só lá para o fim de Setembro.” Na segunda quinzena de Agosto, o piloto nacional vai estar muito ocupado, disputando duas corridas, uma nos EUA, outra na Europa, em Inglaterra.

Já no fim-de-semana de 19 e 20, Lamy regressa à América no Norte para mais uma corrida do American Le Mans Series. Será a sétima etapa do prestigiado campeonato, desta vez no traçado de Road America, no Winsconsin. Ocupando o quinto lugar na categoria GT1, aos comandos de Aston Martin DBR9 oficial, Pedro Lamy vai tentar recuperar algumas posições na classificação geral.

“Sou o único piloto dos cinco primeiros que não cumpriu a totalidade das provas (ndr. devido a outros compromissos na Europa) pelo que a minha classificação está um pouco prejudicada devido a esse facto, mas os nossos objectivos com a Aston Martin estão a ser cumpridos e isso é o mais importante”, refere Pedro Lamy, acrescentando: “Já por um par de vezes batemos os Corvette e isso é um óptimo sinal. A equipa está a progredir cada vez mais e espero que nesta corrida possamos voltar a demonstrar a nossa capacidade.”

Para as 2h45m da “Generac 500 at Road América”, Pedro Lamy está particularmente confiante, depois de ter estado a testar o DBR9 em Atlanta: “Cumprimos um programa de testes muito intenso e foi bastante bom. Deu para suar um bocado. Andei imenso com o carro e testámos vários componentes e acertos. Espero que os resultados dessa sessão possam ser aplicados já nesta corrida.”

Afirmando que o traçado “muito rápido” da Road America “pode ser favorável” à equipa, Lamy traça como objectivo conquistar lugares à geral: “Temos sempre uma primeira obrigação para com a equipa, mas se fizermos bem esse trabalho ele terá uma consequência a nível pessoal. E eu quero estar sempre entre os primeiros.”

Refira-se ainda que esta prova norte-americana vai contar com a presença da Fundação Lance Armstrong. A organização fundada pelo ciclista pentacampeão do Tour de France vai levar a cabo um projecto, no sábado, no qual pessoas de todas as idades podem percorrer o traçado em bicicleta, juntamente com membros das equipas de automóveis e outras celebridades. O Tour de Road America, assim se denomina a iniciativa, visa angariar fundos para ajudar o combate ao cancro, doença que quase vitimou Lance Armstrong.

Depois de correr nos EUA, Pedro Lamy viaja para o continente europeu, onde no dia 27 disputa a quinta etapa do Le Mans Endurance Series. É no circuito britânico de Donington Park que Pedro Lamy vai estar ao volante do Aston Martin DBR9 da escudeira Larbre Competition. O objectivo para esta prova é claro: defender a liderança do campeonato.

“Vai ser um corrida muito diferente dos EUA. Estou em primeiro no campeonato e a pressão acaba por ser um pouco maior, mas estou habituado e preparado para ela. Temos vindo a fazer um bom trabalho, com performances consistentes e queremos continuar nessa senda”, explicou Lamy.

A prova de Donington vai ser longa – 1000km ou 6 horas – pelo que as cautelas terão de ser redobradas: “Ao contrário de Road America, que é quase disputada ao sprint, para esta corrida temos de andar igualmente num ritmo forte, mas mais preocupados com o desgaste do material. É um desafio muito bom, porque não podemos facilitar para os nossos rivais, nomeadamente os Ferrari. As nossas metas são lutar pela vitória e defender o lugar que ocupamos. Se o conseguirmos consolidar ainda um pouco mais melhor. Vamos esperar para ver o que sucede.”

 
Versão zip  
o piloto
palmarés
multimédia