Home O Piloto Palmarés Multimedia Noticias Calendário E-Mail
Lamy faz o balanço de dois dias de testes com a Peugeot em Paul Ricard     (26 Março 2007)  
“Não senti dores no pé e só foi pena não termos conseguido andar mais”
Pedro Lamy concluiu hoje dois dias de testes oficiais da Peugeot sem apresentar qualquer sinal de desgaste físico, especialmente na zona do Tendão de Aquiles, sujeita recentemente a uma operação cirúrgica. O piloto português esteve ao volante do 908 HDi no circuito de Paul Ricard, preparando a primeira corrida do Le Mans Series 2007, os 1000 Kms de Monza, nos próximos dias 13, 14 e 15 de Abril.

”Pessoalmente o teste correu bem. Havia alguma apreensão em relação ao meu pé, mas acabou por processar-se tudo tranquilamente. Não senti qualquer dificuldade física, o que me deixou muito satisfeito”, referiu Lamy, que partiu para o Sul de França com uma lista de recomendações do conceituado fisioterapeuta desportivo, António Gaspar: “Trouxe alguns conselhos do [António] Gaspar, cuidados a ter antes e depois de estar no carro. Para além disso, um fisioterapeuta da equipa esteve sempre comigo, ajudando-me igualmente neste regresso. Mas à excepção de uma tala protectora no pé, não necessitei de cuidados especiais.”

No que diz respeito ao teste da equipa, que vai estrear o novo diesel da marca do leão daqui a 20 dias, em Monza, na primeira das seis corridas do Le Mans Series, Pedro Lamy confessou não ter ficado totalmente agradado, uma vez que o 908 foi vítima da sua juventude: “Experimentámos vários problemas, mais do que se calhar estávamos à espera, mas isso é fruto do carro ser uma novidade. Há muito para testar e acredito que a equipa está em condições de preparar os carros até à corrida de Monza.”

As dificuldades técnicas, nomeadamente no motor diesel, impossibilitaram que os seis pilotos oficiais presentes em Paul Ricard andassem como desejariam: “O nosso objectivo era fornecer informações aos mecânicos e engenheiros, ao mesmo tempo que nos habituávamos ao 908. Eu ainda tive oportunidade de rodar cerca de 80 voltas nos dois dias, mas é verdade que gostaria de ter andado mais, até porque o carro tem um potencial enorme e dá um enorme prazer em conduzir.”

Versão zip  
o piloto
palmarés
multimédia