Home O Piloto Palmarés Multimedia Noticias Calendário E-Mail
Pedro Lamy pode conquistar Le Mans Series em Silverstone     (12 Setembro 2007)  
Dez pontos em Inglaterra valem vitória no campeonato
O adágio diz que não há duas sem três e Pedro Lamy confirmou isso mesmo na última corrida do Le Mans Series em Spa-Francorchamps onde somou o terceiro triunfo consecutivo com o Peugeot 908 HDi FAP número 8. Agora, o piloto português quer alongar a ditado popular e conquistar uma quarta vitória seguida nos 1000 Kms de Silverstone. Dez pontos que valem também o primeiro lugar final no mais importante campeonato de resistência do mundo.

“É inegável que este ano o Team Peugeot Total tem sido a equipa mais forte e mais rápida em todas as pistas. Em quatro corridas temos outras tantas vitórias, três delas conseguidas por mim e pelo Sarrazin. A estratégia não muda agora que nos aproximamos do final do campeonato e o nosso objectivo é apresentarmo-nos fortes logo desde a qualificação”, começou por explicar Pedro Lamy antes de embarcar para Inglaterra, acrescentando: “Eu só sei correr para ganhar. É isso que me motiva. Vamos para esta etapa com a confiança dos últimos resultados e com uma forte vontade em vencer a corrida.”

Silverstone é a quinta das seis corridas da temporada, a última disputada em solo europeu – a derradeira etapa realiza-se em Interlagos, no Brasil – pelo que Lamy não esconde o desejo de viajar para o ‘país irmão’ já com o título assegurado: “Temos a oportunidade de conquistar o LMS já este fim-de-semana mas isso não nos preenche os pensamentos. Queremos fazer mais uma boa corrida e ter consciência de que o mais importante é chegar ao fim e pontuar. Se pudermos vencer óptimo, a felicidade é redobrada, mas se houver alguma altura em que tenhamos de gerir a prova não há qualquer problema.”

A corrida deste fim-de-semana marca também o regresso de Pedro Lamy ao local onde teve o mais grave acidente da sua carreira, quando em 1994 fracturou as duas pernas numa sessão de testes de F1 da equipa Lotus. “Foi um momento complicado na minha vida mas felizmente conseguir dar a volta por cima. Depois desse acidente já corri várias vezes em Silvestone e até lá ganhei pelo que psicologicamente não me sinto minimamente afectado. É um circuito que gosto, muito rápido, ao estilo do 908 HDi FAP.”

Se não acontecerem mudanças de última hora, caberá a Pedro Lamy a tarefa de qualificar o Peugeot 908 - sábado das 13h45 às 14h05 - para corrida de domingo, que se inicia às 12 horas e que terá a duração aproximada de seis horas. A participação de Pedro Lamy pode ser acompanhada em Portugal, na íntegra, através do canal por cabo Motors TV.

Versão zip  
o piloto
palmarés
multimédia